QUARTA-FEIRA – 21/OUTUBRO/2015

A_GasparDelBufaloBTO. NICOLAU BARRÉ (1621-86). Natural de Amiens, estudou nos jesuítas mas aos 19 anos entrou na Ordem dos Mínimos, fundada por S. Francisco de Paula e extinta na Revolução Francesa. Ordenado sacerdote, foi tocado pela grande
miséria, material e moral, das crianças da rua. Fundou para elas o “Instituto das Irmãs do Menino Jesus”. Beatificado pelo papa S. João-Paulo ll, em 1999.

S. GASPAR DEL BÚFALO (1786-1863). Sacerdote 5 anos prisioneiro de Napoleão. Fundou o “Instituto dos Padres do Preciosíssimo Sangue”.

Romanos 6,12-18 ; Sal 123, 1-8 ; Lucas 12, 39-48

“SE O DONO DA CASA TIVESSE SABIDO…” (Lucas 12,39-48). Se o dono da casa soubesse a hora em que O Filho do homem viria… Mas não sabe… Existe uma certeza, mas ela permanece inseparável e, paradoxalmente, ligada a uma certa forma de ignorância. Ora, Jesus faz desta “ignorância” não uma fatalidade ligada à obscuridade da nossa inteligência, mas sobretudo uma necessidade: “Será à hora em que não pensais que O filho do homem virá”. Em contrapartida, o servo conhece “a vontade dO Mestre”, que o convida a pô-la em prática. A vida cristã implica isto: “Sem O terdes visto, vós O amais; sem O ver ainda, credes n’Ele e vos alegrais com uma alegria indescritível e irradiante, alcançando assim a meta da vossa fé : a salvação das almas” (1 Pedro 1,8-9).

Meditações Bíblicas”, tradução dos Irmãos Dominicanos da Abadia de Saint-Martin de Mondaye (Suplemento Panorama, Edição Bayard, Paris). Selecção e síntese: Jorge Perloiro.