QUARTA-FEIRA – 17/DEZEMBRO/2014

S. JOSÉ DE MANYANET Y VIVES (1833-1901). Sacerdote catalão, tinha um ideal : “Fazer de cada lar um lar de Nazaré”. Fundou 2 Institutos religiosos: os “Filhos” e as “Filhas da Sagrada Família” para formar na fé as famílias cristãs, defendendo-as das ideologias laicas da época. Promoveu a edificação do Templo da Sagrada Família em Barcelona e teve a felicidade de entregar o projecto ao genial arquitecto Gaudi. O papa S. João-Paulo II canonizou-o em 2004.

PapaFrancisco78º ANIVERSÁRlO DO PAPA FRANCISCO Parabéns, Papa Francisco !

Oração pelo Santo Padre:
Oremos pelo nosso Santo Padre, o Papa Francisco. Que o Senhor o proteja e lhe dê vida e o abençoe sobre a terra, para que não seja entregue ao poder dos seus inimigos.

Génesis 49, 2. 8-10 ; Sal 71, 2-4ab. 7-8. 17 ; Mateus 1, 1-17

“O NÚMERO TOTAL DAS GERAÇÕES…” (Mateus 21,28-32). Como é rude o começo desta semana preparatória do Natal! Como de facto é fastidiosa a leitura desta longa genealogia de Cristo! Em cada 10 nomes, sete ou mais não nos dizem nada. E todavia, através dela manifesta-se a sabedoria de Deus. Uma sabedoria paradoxal que, no seio do perfeito encadeamento das gerações, faz surgir Tamar, Raabe de Jericó, a moabita Rute e a mulher de Urias, Betsabé, figuras da loucura do homem assumida por Deus; porque “o que é tido como loucura de Deus, é mais sábio que os homens…” (1 Coríntios 1,25).  Ela mostra-nos a que ponto a vida dO Filho de Deus se enraíza na história. Cristo não se contentou em “sobrevoar” a humanidade.  Ele assumiu a história complexa, na qual, os herois e os santos andam a par com os homens atraídos pelo poder ou pelo vício.  Ao inscrever-Se nesta genealogia, Cristo toma sobre Si as alegrias, as penas e os desvios dos homens de todos os tempos. Ele convida-nos a ter um olhar de esperança sobre o futuro, ainda que a nossa história pessoal seja dolorosa. Dirijamos a Cristo, sabedoria divina encarnada, a bela antífona do Magnificat de hoje: “Ó Sabedoria, saída da boca do Altíssimo, que envolves todas as coisas de um extremo ao outro e as dispões com força e ternura, vem ensinar-nos o caminho da prudência”.

“Meditações Bíblicas”, tradução dos Irmãos Dominicanos da Abadia de Saint-Martin de Mondaye (Suplemento Panorama, Edição Bayard, Paris). Selecção e síntese: Jorge Perloiro.