1ªQUINTA-FEIRA – 4/SETEMBRO/2014

1 Coríntios 3,18-23 ; Sal 23,1-4ab. 5-6 ; Lucas 5,1-11

“TUDO VOS PERTENCE…” (1 Cor.3,18-23). Esta frase de Paulo resume bem o seu pensamento sobre a sabedoria de Deus, posta em contraste com a sabedoria dos homens. A sabedoria segundo o mundo, no sentido aqui entendido pelo Apóstolo, põe a confiança nos valores criados, de que faz valores absolutos. Ao contrário, a sabedoria de Paulo apoia–se firmemente sobre aquilo que é mais fraco que ele, e nada tem que corresponda a uma ver-dadera posse humana, pois não é nem material nem intelectual, apenas espiritual e mística. Só quem se apoiar em Cristo terá acesso a essa posse total, universal e definitiva. Se fosse de outra forma, como poderia Paulo dizer: “Apolo, Pedro, o mundo, a vida, a morte, as coisas presentes e futuras, tudo é vosso” ?… , seria puro delírio! Mas, evidentemente, é ainda na noite da fé que nós possuímos tudo.

AfastaTeDeMimSenhorPoisSouUmHomemPecador_TissotAS REDES ROMPlAM-SE COM TANTO PElXE (Luc.5,1-11). O pensamento de Paulo permite-nos interpretar de modo alargado a cena evangélica da pesca milagrosa. Trata-se, num primeiro sentido, do símbolo da acção missionária. Mas quem avançar para o largo e disser a Jesus, como Pedro : “Mestre, com a nossa sabedoria da terra (e tinha-a, pois era pescador), tentámos a noite inteira e não pescámos nada, mas em atenção à Tua palavra vou lançar as redes”; esse, ao puxar as redes, encontrará a“pesca” abundante da qual Paulo faz o inventário ao escrever : “o mundo, a vida, a morte, as coisas presentes e futuras, tudo é vosso ; mas vós sois de Cristo e Cristo é de Deus”. Os sucessores de Pedro, pescadores em todos os oceanos do mundo, lançarão a rede do evangelho aos homens de todas as raças, povos e línguas. Ela nunca se romperá, porque Cristo deu a vida para todos os homens se reunirem nO Seu Reino.

“Meditacões Bíblicas”, trad. das Irmãs Dominicanas de Notre-Dame de Beaufort (Supl. Panorama, Ed. Bayard, Paris). Selecção e síntese: Jorge Perloiro.