QUARTA-FEIRA – 3/SETEMBRO/2014

ExtaseDoPapaGergorioMagno_RubensS. GREGÓRIO MAGNO (540-604). Papa, Doutor da Igreja. Empenhou o leme da Igreja quando segundo as suas palavras, ela “era como um navio carcomido e velho, que metia água por ambos os costados”. Converteu os Lombardos que devastavam a diocese de Milão, fomentou a cristianização da Inglaterra e foi o primeiro papa a usar o nome “servo dos servos de Deus”.

1 Coríntios 3,1-9 ; Sal 32,12-15. 20-21 ; Lucas 4, 38-44

DIVIDIDOS (1 Cor.3,1-9). O Espírito Santo é sempre apresentado como quem une. Ele restabelece a uni-dade destruída pelo pecado : Ele reconcilia o homem consigo, com os outros, com Deus e com a Criação. Mas esta obra faz-se em total liberdade, e é isso que explica a razão porque há divisões na comunidade de Corínto, onde Ele parece aliás estar particularmente activo, pois dá diversos dons e carismas nos seus membros. Advinham-se facilmente as raízes das divisões com a reflexão de Paulo. Naquela sociedade, que era demasiado humana, Cristo já não estava no centro das suas vidas como modelo único, e por isso caíam na tentação de todos os tempos e de todos os homens : a de seguirem um “leader”. Aliás, Paulo ousa apresentar-se como modelo, mas convidando-os a verem Cristo-Jesus através dele. Podemos inspirar-nos em Paulo, em Pedro, em João ou em Apolo ; se virmos Jesus através deles, não haverá mais divisões, somente uma sã diversidade que não se opõe à unidade, antes a enriquece.

“TODOS OS QUE TINHAM DOENTES, LEVAVAM-LHOS…” (Luc.4,38-44). Magnífico impulso de oração e de fé que faz, de todos os anó-nimos do evangelho de hoje, servos dos seus irmãos doentes. Imploraram pela sogra de Pedro e trazem aO Mestre da Vida, após o sol posto – já terminado o sábado ! – todos os doentes de Cafarnaum. Jesus cura, expulsa o mal e o que faz mal. O Reino dos céus está já presente nestas reabilitações. A Boa Nova é anunciada com acções. Hoje, O Senhor chama-nos a formar com os nossos irmãos igual cortejo que Lhe leve quem mais sofre. Na fé, sabemos que Ele os abençoa e lhes dá O Seu Espírito de vida. Felizes seremos ao fazê-lo.

“Meditacões Bíblicas”, trad. das Irmãs Dominicanas de Notre-Dame de Beaufort (Supl. Panorama, Ed. Bayard, Paris). Selecção e síntese: Jorge Perloiro.