QUARTA-FEIRA – 8/OUTUBRO/2014

STA. PELÁGIA (séc. IV). Segundo a tradição, esta jovem de 15 anos, natural de Antioquia, ter-se-á atirado do alto da sua casa para escapar ao magistrado que pretendia abusar dela.

SantoArtoldo_ZubaranSTO. ARTOLDO (1101-1206). Monge cartuxo francês, nasceu no ano da morte de S. Bruno, fundou um mosteiro na Diocese de Genebra e morreu em aura de santidade com 105 anos, repetin-do: “Amai-vos uns aos outros; que a caridade seja sempre o elo a unir-vos todos em Cristo”.

Gálatas 2,1-2. 7-14 ; Sal 116 ; Lucas 11,1-4

“ENSlNA-NOS A REZAR…” (Lucas 11,1-4). Este discípulo anónimo terá imaginado o alcance do seu pedido? Eis que a resposta dO Senhor será retomada através do mundo inteiro pelos cristãos de todos os tempos! Maravilhoso discípulo que ousou com simplicidade pedir a Jesus que o ensinasse a rezar. Tal como O Senhor na Sua oração Se volta para O Pai (Jo.7), assim Ele nos ensina, a nós também, a voltar-nos com Ele para O Pai. No centro da oração de Jesus está a Sua relação filial, um movimento dO Filho para O Pai em resposta ao amor que d’Ele recebe eternamente. Jesus deu-nos O Pai-Nosso para acompanhar a nossa vida. É bom que renovemos o nosso amor por esta oração única e primordial, constatando humildemente que devemos reaprender a orar com Cristo e os Apóstolos. Depois de ter santificado O Nome dO Pai e esperado O
Seu Reino, debruçamo-nos sobre as necessidades essenciais : o pão, o perdão recíproco, a vigilância moral.

“Meditações Bíblicas”, trad. das Irmãs Dominicanas de Notre-Dame de Beaufort (Supl. Panorama, Ed. Bayard, Paris). Selecção e síntese: Jorge Perloiro.