QUINTA-FEIRA – 26/JUNHO/2014

SaoJoseMariaEscrivaS. JOSE MARIA (1902-75). Fundador dO “Opus Dei”, obra apostada na recristianização do mundo do trabalho, e da “Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz”, com esse mesmo espírito de contínua presença de Deus. Nesta semana do Corpo de Deus recordemos um conselho de S. Josemaria: “Vai perseverante ao Sacrário, fisicamente ou com o coração, para te sentires seguro, para te sentires sereno : mas também para te sentires amado… e para amares!”

2 Reis 24, 8-17 ; Sal 78, 1-2. 3-5. 8-9 ; Mateus 7, 21-29

NÃO ANDAR À BUSCA DE RECONHECIMENTO (Mat.7,21- 29). “Senhor, não foi em Teu Nome que…” Aqui está algo que pode desorientar-nos se esquecermos como todas as acções são ambíguas. Será que são motivadas pelo duplo mandamento do amor ou pela busca de nós mesmos? Talvez, aproximando-nos da reacção dos“benditos dO Pai” (Mat.25,34-40) nos quais “a mão esquerda ignora o que faz a mão direita” (Mat.25,34-40), possamos entrever o critério para se reconhecer um agir conforme à vontade Deus. De facto, não juga ser o centro de tudo e ter liberdade interior para não andar à procura de reconhecimento, podem ser os sinais duma autêntica encarnação da Palavra pelo amor de Deus e dos nossos semelhantes.

“Meditações Bíblicas”, tradução das Irmãs Dominicanas de Notre-Dame de Beaufort (Supl.Panorama, Ed.Bayard, Paris). Recolha e síntese: Jorge Perloiro.