1ª SEXTA-FEIRA – 7/NOVEMBRO/2014

SaoVilibardoS. VILIBRARDO (658-739). Monge beneditino inglês que viveu 12 anos na Irlanda, de onde saiu para o continente com um grupo de 11 companheiros, a pedido de Pepino de Heristal (bisavô de Carlos Magno), para evangelizar a Frísia e os povos da Germânia do norte. Fundou o mos-teiro de Echternach (no actual Luxemburgo) e foi o 1º arcebispo de Utrecht, na Holanda.

Filipenses 3,17-4,1 ; Sal 121, 1-5 ; Lucas 16,1-8

NA EXPECTATIVA DO REGRESSO DE CRISTO (Filip.3,17-4,1). Conduzir-nos como inimigos da cruz leva-nos a recusar a liberdade e a ficar presos a práticas religiosas que Paulo julgava ultrapassadas (Gál.3,1-5). É também recusar o poder de reconciliação que a cruz dá (Ef. 2,16; Col.2,14) ou ainda fechar-nos na lógica da sabedoria do mundo (1 Col.1). Inversamente, o verdadeiro cristão é quem põe em prática a novidade instaurada pela ressurreição de Cristo e, quem, na expectativa do Seu regresso, se abre desde o momento presente à acção da Sua graça e O reconhece efectivamente como Senhor.

OAdministradorDesonesto“DÁ-ME TUA CONTAS DA ADMlNlSTRAÇÃO…” (Luc.16,1-8). Ao invés do mestre da história do evangelho, Deus renova sem cessar a Sua confiança num coração que se arrepende e converte, pois a Sua Aliança é eterna e mantém sobre todos nós um olhar cheio de amor. Ele leva-nos muito a sério! Honremos portanto a liberdade responsável que Deus tanto respeita.

“Meditações Bíblicas”, trad. das Irmãs Dominicanas de Notre-Dame de Beaufort (Supl. Panorama, Ed. Bayard, Paris). Selecção e síntese: Jorge Perloiro.