SEGUNDA-FEIRA – 13/OUTUBRO/2014

BeataAlexandrinaDeBalazarBTA. ALEXANDRINA DE BALAZAR (1904-1955). Celebra-se hoje o 59º aniversário da morte desta mística portuguesa profundamente associada a Fátima e à consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria, reali-zado, a seu pedido, por Pio XII (1942), no 25º aniversº. das aparições de NªSª em Fátima. Ela viveu a Paixão de Cristo durante os 30 anos em que, acamada, decidira oferecer a sua paralisia e sofrimentos pela conversão dos pecadores. Nos últimos 13 anos, alimentava-se apenas com a Eucaristia. Numa visão de Jesus, recebeu um encargo: “Minha filha, minha esposa querida, faz que Eu seja amado, consolado e reparado na Eucaristia. Diz, em Meu nome, que todos aqueles que comungarem bem, com sinceridade e humildade, fervor e amor em seis 1AS quintas-feiras seguidas e, junto do sacrário, passarem uma hora de adoração em íntima união coMigo, lhes prometo o Céu. É para honrarem pela Eucaristia as Minhas Santas Chagas, em primeiro a do Meu sagrado ombro tão pouco lembrada…” O Papa S.João-Paulo II beatificou-a em 2004.

MilagreDoSolEmFatimaMILAGRE DO SOL EM FÁTIMA (1917). Nossa Senhora de Fátima tinha dito na 3ª aparição, em Julho de 1917: “…Em Outubro direi quem sou e o que quero, e farei um milagre que todos hão-de ver para acreditar”. Em Outubro, depois de dizer: “Eu sou a Senhora do Rosário…”, abriu as mãos e fê-las reflectir no sol que rodou no céu durante dez minutos, milagre visto por 40.000, faz hoje exactamente 97 anos. “Não ofendam mais a Deus Nosso Senhor, que já está tão ofendido”.

Gálatas 4, 22-24. 26-27. 31–5,1 ; Sal 112,1-5a. 6-7 ; Lucas11, 29-32

A BíBLIA À MÃO (Luc.11,29-32). Não custa praticamente nada. Basta um “clic” e todos os versículos ficam acessiveis na internet, e até mesmo nos telemóveis. Sim, temos a palavra de Deus bem à mão, e isso é uma sorte que não apreciamos! De facto, muitos, como a rainha de Sabá, têm que fazer uma longa viagem. E, em Nínive, a prégação do profeta Jonas durou apenas um dia (Jon. 3,4), mas os habitantes estavam receptivos. Com Cristo a Boa-Nova espalhou-se até aos confins do mundo. E nós, o que fazemos? Partilhamos a aspiração à sabedoria da rainha de Sabá? O nosso desejo de salvação será maior que o dos Ninivitas ?

“Meditações Bíblicas”, trad. das Irmãs Dominicanas de Notre-Dame de Beaufort (Supl. Panorama, Ed. Bayard, Paris). Selecção e síntese: Jorge Perloiro.