1ª SEXTA-FEIRA – 3/OUTUBRO/2014

SaoFranciscoDeBorjaS. FRANCISCO DE BORJA (1510-72). Nobre, vivia na corte de Espanha como bom cristão. Pai de 8 filhos, a morte súbita da imperatriz Isabel feriu-o profundamente : “Não continuarei a servir senhor que me possa morrer”, exclamou. Entrou nos Jesuítas onde chegou a Superior Geral.

Job 38,1.12-21; 40, 3-5 ; Sal 138, 1-3. 7-10. 13-14ab ; Lucas 10,13-16

DeusFalaAJobDIÁLOGO COM DEUS (Job 38,1.12-21;40,3-5 ; Luc.10,1-13-16). Sem dúvida que a desgraça de Corazaim e Betsaida é maior que a de Job ! Elas não viram, não escutaram. Os seus habitantes não aceitaram a mudança de vida que Deus lhes propunha. Job, pelo contrário, é a figura do justo. A cabrunhado pelas desgraças sem ter feito qual-quer mal, não deixa de dirigir-se a Deus, mesmo que seja para gritar a sua cólera. E quando Deus fala, ele cala-se em sinal de respeito. Na nossa vida, como fazemos este diálogo com Deus, quaisquer que sejam as situações?Gritamos para Ele? Aceitamos calar-nos para escutar a Sua voz?

“Meditacões Bíblicas”, trad. das Irmãs Dominicanas de Notre-Dame de Beaufort (Supl. Panorama, Ed. Bayard, Paris). Selecção e síntese: Jorge Perloiro.